Pros boys: Bruno Van Enck apresenta a Barbearia Corleone
Expert

Pros boys: Bruno Van Enck apresenta a Barbearia Corleone

por Vânia Goy

Anda rolando um movimento de barbearias por São Paulo. Há anos o mercado era dominado pela 9 de Julho, que tem vários endereços na cidade. Agora, a Cavalera e a Reserva, lojas que ficam na região dos Jardins, também contam com espaços criados exclusivamente para os boys.

A mais recente é a Corleone, que fica no Itaim, região cheia de executivos engravatados da cidade. “A ideia era mesmo ficar perto de prédio comerciais”, disse Bruno Van Enck, dono do espaço. “Os clientes têm vindo na hora do almoço e cortam o cabelo em não mais do que 40 minutos.”

Bruno, de 31 anos, é do time de meninos que nunca tinha passado pelo ritual da navalha antes. “Estava andando pelo Rio de Janeiro quando avistei uma cadeira bonita, antiga, e, chegando mais perto, vi um senhor barbeando um cliente e me animei a testar. Quando entrei, dei de cara com uma chopeira, aí me apaixonei!”

Especialista em cervejas — a sua família comanda bares tradicionais na Zona Norte da cidade –, ele juntou as duas coisas na Corleone: serviço de primeira para quem quer cortar o cabelo e fazer a barba rapidinho e sem as frescuras dos salões femininos, e um bar imponente, com 450 rótulos de cervejas artesanais, petiscos e pratos bem feitos. “A minha preocupação era fazer um ambiente bem masculino. Eu não queria nada moderno demais”, diz. “O objetivo era resgatar o ritual tipicamente masculino. Nos anos 1980 e 1990 os homens passaram a frequentar os salões unissex e fazer a barba e cortar o cabelo deixou de ser um programa.”

Por ali rolam shows de jazz e happy hours no fim do dia. Na hora de fazer a barba, o passo é passo é bem tradicional: tem toalhinha quente no rosto e massagem para que a navalha deslize perfeitamente. Olhando até eu fiquei com vontade de fazer!

>> Foi na Corleone que eu conheci o Carmelo Guastella, barbeiro de Dove e Dolce & Gabbana, cheio de dicas para você fazer a barba melhor em casa!

 

Posts Relacionados