Olhar 43 sem maquiagem: olhos de mangá são a bola da vez
Eleitos

Olhar 43 sem maquiagem: olhos de mangá são a bola da vez

por Vânia Goy

Pense em desenhos japoneses, animes e mangás. Qual é a primeira coisa que aparece na minha cabeça? Olhos bem grandes, claro. Há anos as meninas japonesas já tinham lentes de contato criadas especialmente para deixar a íris maior e, consequentemente, os olhos mais destacados. Com algumas adaptações a febre chegou ao Ocidente muito mais discreta e igualmente impressionante.

Eu nem andava acreditando muito na história até encarar três ou quatro anúncios interessantes em revistas de moda gringas e, mais tarde,  imagens enormes espalhadas pelo metrô de Nova York. E não tardou para que a tendência desembarcasse por essas bandas.

A Acuvue, marca de lentes de contato da Johnson & Johnson, acaba de lançar por aqui a 1-Day Acuvue Define (R$ 120, com 30 unidades). Não demorei para testar e, entre gritinhos da redação durante a experimentação, fiquei convencida de que sim, é realmente muito legal.

Os pares são vendidos apenas para quem precisa fazer alguma correção. Sou míope feito uma toupeira e recentemente adotei as diariamente descartáveis, que não exigem aquele cuidado todo para limpar e armazenar — que eu realmente sou incapaz de ter às cinco da manhã.

Agora elas existem em quatro versões: as tradicionais, completamente transparentes, e as outras três, com as extremidades destacadas para você conseguir um olhar 43 mesmo que tenha trabalhado 20 horas e esteja completamente  sonada. O segredo é a borda, que cria um contraste com a sua cor natural e deixa a íris levemente aumentada e muito mais brilhante. Claro, se você colocar em um olho só e mostrar para as suas amigas, como eu fiz, vai ouvir que é estranho, bizarro, aflitivo. Mas, depois de semanas em teste, garanto que ninguém nota ou acha que você está andando por aí com as pupilas dilatas. É só elogio.

Duas das três versões são bem discretas: uma com a borda levemente azulada e outra mel — ambas surtem um ótimo efeito e, ao contrário do que inspiram, não mudam em nada a cor de seus olhos. Inclusive, são boas opções para quem tem os olhos claros. A mais radical é a da foto acima, com a borda bem evidente, mais dramática. E, claro, é a mais legal de provar.

Outra novidade que acaba de desembarcar no Brasil é a linha de lentes coloridas Air Optix Colors (R$ 109), da Alcon. Elas podem ser compradas sem qualquer grau e são muito mais tecnológicas do que a gente já viu. Primeiro porque a gama de cores é extensa, o que facilita a vida de quem quer dar um upgrade na cor natural sem ficar fake demais. Depois, elas são impressas em três camadas de cores, que deixam o resultado muito mais natural. Testei cinco cores e, claro, que quando botei as azuladas Blue e Grey ficava claramente artificial (mas quem sou eu para julgar, né? deixa o povo que quer sair olho azul por uma noite se divertir em paz). Mas foi bem divertido constatar que a Pure Hazel, dois tons abaixo do meu castanho escuro, não me fariam nada mal.

 

Posts Relacionados