Dá para manter o bronzeado por mais tempo?
Eleitos

Dá para manter o bronzeado por mais tempo?

por Vânia Goy

É isso, todo mundo aqui em São Paulo deu aquela escapulida para a praia mais próxima, ou para mais deserta e paradisíaca, e deu tudo de si para em míseros sete dias voltar para os escritórios com ar condicionado ostentando aquela cor saudável de verão. Na sequência, a pergunta que eu mais ouço por aqui é: como manter o bronzeado por mais tempo?

Bom, para você não tem piscina em casa, não mora em uma cidade litorânea nem é  jet-setter e vive em um barco nas ilhas do Pacífico o jeito é dar uma lida nos próximos tópicos.

1.Primeiro: nem sempre essas regrinhas dão conta de fixar a cor por semanas. Tem um tanto desse fenômeno que é genética pura. Já viu aquela mulherada que passa o revéillon na praia e continua com marquinhas de biquíni em junho, mesmo trabalhando diariamente num escritório com ar condicionado? Então… Eu, por exemplo, não sou uma dessas pessoas. O jeito é se conformar um tanto e montar um arsenal de cuidados para tentar prolongar ao máximo o efeito.

2. Bronze bom é bronze gradativo. O que significa que há muito mais chances da sua cor durar mais tempo se você andou se expondo ao sol com proteção adequada e em horários que ativaram a sua melanina, mas não causaram queimaduras. Tem essa lenda entre as pessoas mais branquinhas que primeiro aparece aquele tom morena-morango e depois ele se torna efetivamente bronzeado. Pois são justamente essas condições que acabam fazendo o corpo descascar com mais facilidade (e nem vou entrar no mérito de câncer de pele e envelhecimento precoce). Nas próximas férias, vá com cautela e paciência e não tente pega todo-bronze-que-você-puder no mesmo dia.

3. A gente já cansou de ler que frutas, legumes (e os seus respectivos sucos) ricos em betacaroteno dão uma agilizada na cor. E é verdade, tanto que existem suplementos específicos para isso. O fato é que eles são muito mais eficazes como uma preparação para o bronzeado do que para mantê-lo. De qualquer forma, cenoura e beterraba, por exemplo, são bons aliados para deixar a sua pele sempre preparada para aguentar os raios solares e transformarem todos eles em uma cor radiante.Eu sei, parece repetitivo dizer que tomar muita água ajuda a manter a pele hidratada, mas é a mais pura verdade. Quanto mais a sua pele estiver bem cuidada, menores são os riscos de você descascar.

4. Hidratação por fora é importante. Esqueça do calor e da sensação grudenta e lambuze esse corpinho com um hidratante de fórmula rica. Não vale aquele loção com cheirinho cítrico. Pode investir em um pote de creme para pele seca e mandar ver duas vezes por dia. E diminua a temperatura do chuveiro. Banhos muito quentes aceleram o descascado.

5. Vale dar uma potencializada na cor com a ajuda de um autobronzeador. Dá sim para aplicar sozinha sem ficar completamente manchada. Fórmulas potentes como as de St. Tropez e Guerlain são para iniciadas mesmo e eu recomendo usar uma luvinha de espuma (vende aqui na Sephora) para evitar estragos. Mais fácil é usar um hidratante diário com um pouquinho só de autobronzeador, que nunca fica manchado. A Dove tem uma versão ótima e barata!

6. Óleo no banho também vale. Sempre recomendo dar uma olhadinha na fórmula e fugir dos que contém óleo mineral. Bom mesmo é aproveitar as propriedades dos óleos vegetais.

7. Dá para dar aquele truque antes de sair de casa e ressaltar o viço da pele: o novo óleo Sève, da Natura, e o Pivoine, da L’occitane, são ótimos. Eu tenho uma série de produtos que não estão mais nas prateleiras (dá uma olhada nas fotos acima), mas é bem fácil de achar creminhos e óleos com partículas douradas que funcionam como uma “maquiagem” para o corpo.

8. Se você já passou dessa fase e clicou nessa lista porque está descascando, com aquelas manchas esbranquiçadas nos braços e ombros, vale apelar para uma maquiagem de corpo. Eu indiquei alguns sprays para as pernas (que podem ser usados nos braços) aqui, mas andei bem feliz com um hidratante que mais parece uma base iluminadora da Natura. O produto pode ser usado no corpo, deixa a pele mais escura, mas bem natural e com um brilho leve. É só espalhar com a mão mesmo e esperar alguns minutos para se vestir. Testei em um desses dias infernais de São Paulo e ela não transferiu para a roupa alheia. Melhor: custa R$ 29.

9. Essa coisa de usar protetores altíssimos no rosto acaba deixando uma diferença de tonalidade em relação ao corpo. A primeira medida é colocar a sua base tradicional na gaveta e procurar por uma com a sua tonalidade atual. Prefira os BB Creams e bases fluídas, que acompanham o brilho do corpo e não te deixam opaca. Uma boa dica para testar a cor: aplique um pouco no colo, se a cor sumir, é a adequada para você.

10. Iluminador vai bem. Na foto acima tem tonalidades mais frias e rosadas, que vão bem empessoas branquinhas, o mais douradas, para você que torrou no sol. A Smashbox  tem até um primer dourado, ótimo para passar antes do BB Cream e conquistar um efeito até mais discreto.

11. Em vez de pó compacto, que pode tirar aquela magia brilhante e saudável que você trouxe da praia, procure por um parecido com o da Hourglass, na galeria acima. Ele tem um fundo dourado, deixa uma névoa de brilho no rosto, mas não brilha tanto quanto um iluminador.

12. Das duas uma: ou o seu pó bronzeador fica discreto demais para a sua cor de verão ou você tenta fazer ele aparecer e acaba com o rosto mate e marrom. Prefira um blush cremoso, de fundo alaranjado, se você é do tipo que volta queijadinha da praia. O Multiple, da Nars, é um iluminador com tonalidades vibrantes e perfeitas para isso: tem transparência, deixa as maçãs e o contorno do rosto com viço e esquenta a expressão.

Posts Relacionados